sábado, 19 de novembro de 2011

Carioca, Brasileirão e Libertadores

O Botafogo deverá vir três vezes à região no Carioca 2012. Duas estão certas. Na última rodada da Taça Guanabara contra o Macaé. E na primeira rodada da Taça Rio contra o Americano, em Campos. Na última rodada da Taça Rio tem um jogo contra o Boavista, que também poderá ser em Macaé, como foi este ano. Sei que ainda estamos preocupados com o Brasileirão e a vaga na Libertadores, mas como a Feerj divulgou a tabela quinta-feira, isso não poderia passar despercebido. Claro que se nos classificarmos para a Libertadores (e espero que isso aconteça), o Carioca vai ficar em segundo plano. Mas sabemos como é boa uma competição caseira e a possibilidade de vermos o nosso time aqui perto. Estamos no grupo do Flamengo e do Bonsucesso, de Túlio Maravilha.

Agora sobre o jogo deste domingo às 17h contra o Inter no Engenhão informo, a quem possa interessar, que não poderei ver o jogo pois estarei de plantão trabalhando. Cobrirei uma missa campal na Igreja Nossa Senhora da Penha de Morro do Coco, com o padre Robson Oliveira, do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, de Trindade (GO), que será transmitida ao vivo em rede nacional pela Rede Vida de Televisão. Uma boa notícia para quem considera que sou pé frio. Afinal minha estreia no Engenhão foi justamente na derrota para o Figueirense, quando começou nossa derrocada. Quem sabe assim o time volta a ganhar.

Sobre o time, as informações oficiais dão conta de que Lucas e Maicosuel, contundidos, devem ser desfalques. Eles darão lugar a Alessandro e Éverton, respectivamente. Como Maicosuel não tá jogando nada mesmo, vale a pena dar uma chance ao Éverton, que está com vontade e tem entrado bem nos últimos jogos. Quem se deu bem foi o Cortês que, depois que foi convocado para a Seleção, ficou deslumbrado e vem muito mal. Inclusive o pênalti que resultou no primeiro gol do América-MG quarta-feira aconteceu após uma falha dele. Na última partida ele foi substituído e há quem já peça a sua barração.

Um comentário:

  1. Só vale a pena ir ao estádio para ver um time, e não esse bando de agora.

    ResponderExcluir